“Linhas do Tempo” chega ao Palácio de Monserrate

“Linhas do Tempo” chega ao Palácio de Monserrate

O Palácio de Monserrate já tem disponível a experiência digital gratuita “Linhas do Tempo”, promovida pela Parques de Sintra – Monte da Lua, juntando-se assim aos Palácios Nacionais de Sintra, da Pena e de Queluz.

Através de linhas cronológicas pode, agora, relacionar a história do Palácio de Monserrate, marco incontornável do Romantismo de influência inglesa, idealizado por Sir Francis Cook, com acontecimentos nacionais e internacionais.

Esta ferramenta interativa permite explorar os acontecimentos mais relevantes destes monumentos e os conteúdos são constituídos por imagens e textos produzidos pelos investigadores e conservadores dos respetivos palácios, os quais permitem obter um conhecimento aprofundado sobre cada monumento.

Além do Palácio de Monserrate, pode explorar as recentes “Linhas do Tempo” do Palácio Nacional da Pena e embarcar numa viagem temporal que o conduz até ao rei D Fernando II. O destaque vai para o seu direto envolvimento no processo de transformação do antigo Mosteiro de Nossa Senhora de Pena em Palácio e para a sua relação com o Chalet da Condessa D´Edla (conhecido por “casa do regalo” por se localizar num dos extremos do Parque da Pena, em contraste com o Palácio da Pena).

Por sua vez, as “Linhas do Tempo” do Palácio Nacional de Queluz contam histórias sobre a Casa do Infantado, o Palácio, e os reis e rainhas de Portugal que aí viveram e proporcionam uma visão global e contextualizada das vivências e gostos da época materializados na exuberância de um dos monumentos mais notáveis no plano da arquitetura rococó e neoclássica em Portugal, com os imponentes jardins “à francesa” típicos da 2.ª metade do século XVIII.

Numa primeira fase esta ferramenta está disponível apenas em português, estando previsto funcionar também em inglês numa fase posterior.