Notícias

História do Électrico de Sintra revisitada em artigo de jornal

História do Électrico de Sintra revisitada em artigo de jornal

O Eléctrico de Sintra é um dos protagonistas do artigo publicado pelo Jornal SOL, que relata a história de meios de transporte que tornam todos os verões memoráveis.

O artigo fala-nos do surgimento da ideia, em 1886, de ligar Sintra a Colares, e mais tarde à Praia das Maçãs, através de um elétrico, algo que viria a acontecer em 1902, com o início da construção da linha.

Em 1904 é inaugurado o primeiro troço da linha entre Sintra (Vila Velha) e São Sebastião de Colares, e em 1905, é estendida até à Praia das Maçãs.  Em 1930 a linha acabou por chegar mais longe, até às Azenhas do Mar, sob o comando da Companhia Sintra Atlântico, que substituiu a empresa anterior que havia falido.

A publicação refere que, “a partir dos anos 40, a popularidade dos elétricos começou a sofrer um declínio devido ao desenvolvimento dos transportes motorizados, acabando por funcionar, a partir de 1953, apenas no verão”. No ano de 1955, o trecho entre a Praia das Maçãs e as Azenhas do mar foi encerrado, sucedendo o mesmo mais tarde com o trecho entre a Vila Velha e a estação ferroviária de Sintra.

Em 1980, a circulação foi restabelecida entre o Banzão (Colares) e a Praia das Maçãs, e, em 2004, o Eléctrico voltou a Sintra, mais concretamente à Estefânia.

Atualmente, a linha ferroviária é composta por quase 11 quilómetros, numa viagem de cerca 45 minutos, em que os passageiros podem usufruir de um singular passeio turístico entre a Serra de Sintra e o Oceano Atlântico.

 

Leia o artigo na íntegra AQUI.

Saiba mais sobre a história do Eléctrico de Sintra AQUI.

 

Image
© 2023 Câmara Municipal de Sintra
Centro Cultural Olga Cadaval
Praça Dr. Francisco Sá Carneiro
2710-720 SINTRA
Image
Image