Em Sintra acontece

 

Peças egípcias em exposição no Museu de História Natural de Sintra

Exposições
Das_Terras_Ferteis_750x400
Data: 2022-05-27 - 2022-09-18

Local: Museu de História Natural de Sintra

A Câmara Municipal de Sintra acolhe “Das Terras Férteis do Nilo – Símbolos de uma Civilização”, a exposição que ficará patente no Museu de História Natural de Sintra, de 27* de maio a 18 de setembro, e que dá a conhecer uma das principais coleções nacionais privadas de peças egípcias.

Basílio Horta, presidente da Câmara Municipal de Sintra, salienta que "esta exposição é uma verdadeira viagem no tempo que nos faz atravessar mais de três mil anos de História. Sintra é, por si, testemunho da História, de diversas Culturas e Civilizações. Não haveria pois melhor lugar para uma exposição como esta. É desse cruzamento de saberes, de comunhão entre povos, de troca de conhecimentos, que é feita a nossa modernidade.", acrescenta Basílio Horta.

Símbolos desta civilização, cobrem mais de três mil anos de história do país dos faraós desde o Período Pré-dinástico (anterior a 3100 a.C.), representado por recipientes em terracota e já com uma textura suave, até à Época Copta (395-642 d.C.), representada por fragmentos de tecido e uma âmbula em terracota com a imagem de São Menas, taumaturgo e mártir.

O vasto período da história do Egipto Faraónico encontra-se representado nesta mostra por diversos objetos, como os chauabtis (figurinhas funerárias), amuletos, bronzes e estatuetas.

O Império Antigo (c. 2660-2180 a.C.), o tempo das magnificas pirâmides, o Império Médio (c. 2040-1780 a.C.), marcado pelo auge cultural, o Império Novo (c.1560-1070 a.C.) período de expansão, a Época Baixa (664-332 a.C.), quando se dá um renascimento cultural e artístico e, finalmente, a Época Greco-Romana (332a.C-395 d.C.), também estarão representados nesta exposição.

Berço de uma das primeiras civilizações da Antiguidade, o Egipto Antigo formou-se a partir da unificação do Baixo Egipto (a norte) e o Alto Egipto (a sul) no reinado de Menés (o primeiro faraó, entre 3100 e 3000 a.C.), subsistindo até 30 a.C., após a derrota de Cleópatra pelo Império Romano na Batalha de Alexandria.

Até à conquista Árabe, em 641, o Egipto conheceu uma rápida cristianização com a dinamização de mosteiros, sobretudo através do monaquismo copto-bizantino.

 

Saiba mais sobre o Museu de História Natural de Sintra AQUI.

Conheça os Museus Municipais de Sintra AQUI.

 

* A inauguração da Exposição “Das Terras Férteis do Nilo – Símbolos de uma Civilização” inicialmente agendada para 18 de maio, foi adiada para dia 27 de maio às 18h30. 

 

Endereço
R. Paço 20, 2710-602 Sintra

 

Mapa


 

Todas as datas


  • De 2022-05-27 a 2022-09-18
Image
© 2022 Câmara Municipal de Sintra
Centro Cultural Olga Cadaval
Praça Dr. Francisco Sá Carneiro
2710-720 SINTRA
Image
Image